Puerto Madero, ou Porto Madeiro, em Buenos Aires, na Argentina, é um daqueles bairros que precisam estar em seu roteiro de visitas.

Puerto Madero

Apesar de ser uma área portuária, Puerto Madero não é o típico porto como estamos acostumados. O bairro sofreu uma revitalização gigante desde os anos 1990 e se transformou em um dos bairros mais valorizados da América Latina.

É o “Jardins” de Buenos Aires… só que mais caro (se é que isso é possível).

Aqui vale um alerta… caro para quem quer morar por ali, para quem está visitando Buenos Aires, existem opções em hoteis e restaurantes com preços bem razoáveis. Vale dar uma pesquisada além das sugestões que darei por aqui e ver até onde vai o seu bolso.

Puerto Madero fica muito próximo do centro de Buenos Aires, e geralmente faz parte apenas de passeios panorâmicos pela capital portenha, ou quando você opta por conhecer o cassino que existe no bairro.

Sua localização é bastante acessível, por isso, independente de onde você estiver hospedado, vale esticar até o porto e aproveitar tudo o que o bairro pode oferecer.

O que encontro por lá

Como já falei, e vale reforçar, o bairro não é o típico sítio portuário ao qual estamos acostumados (pelo menos eu, quando ouço falar em porto, já fico com os dois pés atrás… quer seja pela limpeza, pela segurança, pelas opções de comida). Acontece que Puerto Madero, atualmente, está mais para uma marina chique, do que necessariamente um porto, como era no início de sua história…

São restaurantes e bares bem bacanas, o cassino flutuante, o navio-museu: o Corbeta Uruguay, um lugar muito legal pra tirar muitas fotos e, se você der sorte de achar um solzinho quando estiver por lá, praticar uma das atividades mais animadas dos argentinos, o “largartixar ao sol” (é muito legal ver aquele monte de gente espalhada pelos jardins da região, de terno, vestidos socialmente, de uniforme de escola, aproveitando o calor), a proximidade da Ponte da Mulher, da Casa Rosada, e de outros inúmeros pontos turísticos ajuda bastante quem quer explorar a região.

No geral, é um lugar ótimo para gastar uma manhã, caminhar e explorar as proximidades até a hora do almoço, escolher um canto legal para comer e, para quem curte, passar algumas horas da tarde na Corbeta Uruguay ou no cassino.

Corbeta Uruguay

O navio Uruguay tem uma história bem legal. Era utilizado para levar provisões às bases de pesquisa argentinas na Antártida. Foi construído em 1874 e esteve em ação até o ano de 1922.

Para quem curte um bom museu, a Corbeta Uruguay é a história viva, ali, acessível a todos os seus visitantes. O navio pode ser acessado de segunda a domingo, das 10 às 19 horas, e o ingresso custa só 20 pesos (na conversão de hoje, 19 de novembro, pouco mais de dois reais por pessoa).

Cassino Puerto Madero

O Casino Buenos Aires é um cassino flutuante e é um dos mais chiques que existe na América Latina (até onde pude ver, “O” mais chique). É um lugar legal para dar uma rodada, ver algumas máquinas, mas quem joga sabe que servir de “vitrine” não costuma ser muito apreciado nesses lugares. Particularmente, não gasto muito do meu tempo nesses lugares.

Conheci um cassino no Chile e outro no Uruguai e percebi que as coisas não são muito diferentes, por isso, não costumo colocar cassinos no meu itinerário. Se eu tiver um tempo, vale a visita… caso contrário, vou atrás de coisas mais interessantes. Mas isso vai de acordo com a sua preferência…

Para quem arrisca um joguinho ou nunca viu um cassino por dentro, vale a visita.

Restaurantes e afins

Puerto Madero abriga uma das melhores churrascarias da cidade, o restaurante La Cabaña.

Eu gosto muito do restaurante Simone. Por causa das massas e das pizzas. São excelentes opções, e o preço é bastante razoável. Vi em um comentário na internet que a casa está fechada, mas o site dos caras e a página do Facebook continuam ativas, embora super desatualizadas. Se você estiver por lá e estiver aberta, vale a visita, se não estiver aberta, vale explorar mais um pouco à procura de outra opção mais interessante.

Vale ou não vale

Puerto Madero é um daqueles bairros deliciosos para se explorar. Acessível a partir de vários pontos da cidade, e com acesso a outros tantos. Com certeza é uma região para ser incluída em seu roteiro naquele dia livre.

É um lugar com opções para quase um dia inteiro, mas pode se ajustar conforme sua preferência. Dá pra andar bastante e tirar muitas fotos em meio período. Ou, se o seu roteiro estiver bem apertado, ao menos almoçar ou jantar pela região.

O que não pode é deixar Puerto Madero fora da sua viagem.

Sua opinião

Mas e você, já esteve no Puerto Madero? Gostou da experiência? Tem alguma dica ou informação imperdível para quem planeja viajar? Então compartilha com a gente. Escreva nos comentários… e não deixe de nos acompanhar. Temos novidades todas as semanas.

Texto e fotos by Ricardo Seripierro.

Acompanhe outras dicas e informações em nosso canal no facebook. Curta #viveajantes. Ou no Twitter, siga @viveajantes. Veja nossa galeria de fotos no Flickr, inscreva-se em nosso novo canal de vídeos no Youtube. Entre em contato, mande suas críticas, sugestões, contribuições via e-mail: viveajantes@bol.com.br  . E não perca nossas postagens. Novo conteúdo todas as semanas.

Nossa galeria: 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *