Viveajantes

Algarve e a maravilhosa Gruta de Benagil

Hoje eu também vou falar sobe um lugar que já escrevi, a região do Algarve, no sul de Portugal. Resolvi voltar a falar de lá, por um único motivo… Além de lá ser maravilhoso e eu ficar encantada toda vez que vou àquelas praias, dessa vez consegui realizar um dos meus sonhos de passeios… o tempo estava bom e conseguimos fazer o tour pelas grutas, em especial, fomos a Gruta de Benagil, onde eu sempre quis ir.

A primeira vez que fui a região do Algarve, era final de verão, então não consegui aproveitar muito as praias, mas conheci bastantes lugares…vocês podem ler outras vez aqui, onde falei sobre Lagos e Sagres, ou aqui, que eu contei como foi conhecer Albufeira e Tavira.

Na primeira vez na região, eu era mais jovem, rsrs… e fiz tudo andando ou de ônibus. Dessa vez, até por que estava com meus pais, alugamos um carro. E para ser sincera, fiquei pensando como eu consegui fazer tudo, principalmente em Lagos, somente caminhando, rsrs… muita disposição!

As praias são longe uma das outras, se você não tiver bem disposto, ou estiver com alguém que tenha algum problema para andar, o ideal é alugar uma bike ou um carro mesmo. Acredito que ir as praias de bicicleta, deve ser muito legal. O visual é incrível, e é mais fácil para estacional em qualquer lugar que tiver vontade… mas também precisa ter uma certa disposição e curtir fazer passeios pedalando.

Mas agora vou passar para vocês o pequeno roteiro, de 3 dias, que fiz nessa minha segunda vez no Algarve.

Também ficamos em Lagos dessa vez. No primeiro dia fomos para a famosa Praia da Dona Ana, que é considerada uma das praias mais bonitas do mundo. E realmente, não é por um acaso… lá e muitoooo lindo! Aquelas formações rochosas, aquela areia cheia de conchas, e aquela água azul, formam uma paisagem maravilhosa! Passamos o dia nessa praia e foi muito bom! Como era verão, estava um pouco mais cheia! Mas, nada de Guarujá em janeiro, rsrs. Deu para curtir bastante.

Saindo da praia, fomos para um dos pontos turísticos mais conhecidos de Lagos, a Ponta da Piedade.

A Ponta da Piedade fica no sul da baía de Lagos e é um dos melhores lugares para observar o pôr do sol… com as falésias, aquela água clarinha, o forte que tem ali no lado, e o pôr do sol, forma-se uma fotografia ainda mais bonita do lugar.

Você pode ver as falésias na maioria das praias de Lagos, na da Ponta da Piedade, ou ainda de “dentro” do mar. Tem excursões de barquinhos ou caiaques que saem ali da Ponta da Piedade, ou lá do centro da cidade.

Para chegar até o lugar que saem os passeios lá na Ponta da Piedade, você precisa descer uma escadaria muito grande, que foi construída entre as rochas. E os tours que saem dali costumam durar cerca de 30 minutos. Já os passeios que saem do centro de Lagos duram em média uma hora.

Se você não quiser – ou não conseguir, por causa das condições climáticas – fazer esse passeio de barco e ver mais de pertinho as falésias de Lagos, mas, se ainda assim, tiver disposição para descer e subir as escadas da Ponta da Piedade até o ponto que as excursões saem, acho que vale a pena descer e observar lá de baixo a paisagem. É muito lindo!!!

Obs importante: não fiz o passeio de barco em Lagos, por que deixei para fazer em Carvoeiro, cidade do lado, onde fica a Gruta de Benagil, que eu queria muito visitar. Mas, com certeza, vale o passeio e, na próxima, eu vou fazer esse tour!

Voltando…

Como eu falei, lá na Ponta da Piedade tem um Farol. Não é possível visita-lo, mas, sem dúvida, ele deixa a fotografia do lugar ainda mais bonita.

Ir a Ponta da Piedade, pelo mar, ou pela terra, com certeza, é um passeio que tem que ser feito por quem vai a Lagos.

Ahhhhh, é importante falar que, os passeios de barco, tanto em Lagos, como em qualquer outro lugar que faz esse tipo de tour, dependem muito da maré e das condições climáticas. Se a maré tiver alta ou estiver chovendo não é possível fazer o passeio. Tanto dessa vez que estive em Lagos, como na primeira, peguei dias que os tours estavam sendo feitos e dias que eles não conseguiam sair, mesmo estando sol e um dia lindo! Então é bom falar que mesmo que você queira muito fazer esse passeio, talvez não consiga por conta da vontade da natureza.

Bom, no segundo dia em Lagos, também ficamos pelas praias da cidade… e curtimos muito a praia e o calor. Para quem mora na Irlanda, tudo o que eu queria fazer era isso… ficar em baixo do sol o maior tempo possível, rsrs.

Primeiro fomos à Praia do Camilo, que também fica rodeada de falésias e para chegar a ela e necessários descer uma escadaria muito grande. A praia é linda!!!! Mas é bemmmm pequena. Como estava com uma maré bem alta esse dia, e tinha muita gente na praia, não conseguimos ficar por lá, por que não tinha mais lugar para sentar. Mas, essa é uma praia que você tem que ir se for a Lagos. Nem se for para fica um pouco e ir para outro lugar. É muito bonita.

Como não tinha lugar para ficar na Praia do Camilo, fomos para a Meia Praia. Uma praia bem com cara de Brasil, mas, foi onde minha mãe quis ir.

Essa praia tem uma extensão de areia bem grande, não tem falésia e não é bonita como as outras, mas tem uma água azulzinha, e, no dia que fui, acho que por ser no meio da semana, ela estava bem tranquila. Deu para aproveitar bem o sol.

E, no último dia de viagem pelo Algarve, fomos para a Praia de Benagil, que fica entre Lagoa e Carvoeiro. E, é lá que fica a conhecida Gruta de Benagil.

Fechamos um dia antes o passeio com a cia Taruga, que faz passeios pelas grutas da região saindo ali da praia de Benagil.

Gente, esse passeio pelas grutas vale muito a pena!!!! É muito lindo!

A cia que faz o passeio tem vários tipos de pacotes, com tours feitos de barcos ou caiaque, que duram 1 hora ou 1 hora e meia e que custam entre 20 e 30 euros.

Pegamos o passeio de 1 hora e meia e que dá direito a entrar no mar e descer na Gruta de Benagil. Pagamos 30 euros.

No passeio conhecemos mais de 20 grutas e praia que estão escondidas entre as falésias, mas, sem dúvida, a melhor parte foi descer na Gruta de Benagil, nadar e aproveitar um pouquinho lá dentro da gruta, que é lindaaaa!

(*)

(*)

Acho que o tempo que ficamos na gruta não foi suficiente para curtir e admirar o lugar. Sem dúvida, quero voltar. Mas, foi muito legal o passeio.

Ahhhh, uma informação importante… levem as câmeras fotográficas e celulares dentro de cases a prova d’água. Todas as nossas fotos do passeio foram tiradas de dentro do barco, arriscando nossos equipamentos. Mas, como não é possível ir para a Gruta de Benagil por terra, somente a nado ou de barco – que chega bem perto da areia, mas ainda é preciso nadar um pouco para chegar à gruta -, é necessário ter essa proteção para não estragar câmeras ou celulares. Infelizmente não pensamos nisso antes e não tínhamos o case, então só temos foto da Gruta de Benagil que tiramos de dentro do barco e que meu pai tirou da gente de longe.

Além dos tours em grupos, como eu fiz, a cia Taruga oferece também passeios privados, que deve ser muito legal. O barco deles tem capacidade de 12 pessoas e se você fechar esse tour privado o valor fica em 220 euros (não importa quantas pessoas tenha no barco). Acho que deve ser muito bom, por que, assim, você pode ficar mais ou menos tempo nos lugares que quiser.

Ahhhhh, bom falar que se você é uma pessoa que pode passar mal em barco ou lancha, é importante tomar um remédio antes. No tour que fiz, três espanholas passaram mal o passeio todo e não conseguiram aproveitar nada.

Depois desse tour incrível pelas grutas, fomos para o centro de Carvoeiro, que é uma graça e é uma cidade que quero conhecer melhor. Lá, caminhamos por uma grande passarela que beira o mar, e oferece uma linda visão da região e curtimos um pouco a praia, que é bem curtinha, mas é bem gostosa.

Isso foi o que fiz nessa minha segunda vez no Algarve. Eu adoro essa região…cada vez que volto, gosto mais.

Taruga: https://tarugatoursbenagilcaves.pt/

Até a próxima…

Fotos da Gruta de Benagil com o símbolo (*) é do site: http://liveportugal.pt/algar-de-benagil/ – As demais fotos dessa gruta – – e das outras também –  publicadas no texto, foram tiradas de dentro do barco. Como falei, não tínhamos o case de proteção a água para os equipamentos eletrônicos e, por esse motivo, não estávamos com celular ou câmera fotográfica quando nadamos até a areia da Gruta de Benagil.

Texto by Flávia Pigozzi.

Fotos by Paulo Henrique Pigozzi e Flávia Pigozzi.

Acompanhe outras dicas e informações em nosso canal no facebook. Curta #viveajantes. Veja nossa galeria de fotos no Flickr, inscreva-se em nosso novo canal de vídeos no Youtube. Entre em contato, mande suas críticas, sugestões, contribuições via e-mail: viveajantes@bol.com.br  . E não perca nossas postagens. Novo conteúdo todas as semanas.

Veja nossa galeria:

O que você achou dessa postagem?
  • As dicas são fantásticas (1)
  • Incrível (0)
  • Deu muita vontade de viajar (0)
  • Sensacional (0)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *