Viveajantes

Amsterdam para se deixar apaixonar

Já escrevi duas vezes sobre Amsterdam…. uma cidade que amei conhecer e sempre que volto gosto ainda mais de tudo que vejo e visito.

No meu primeiro texto sobre lá eu falei sobre os museus da cidade (você pode lembrar aqui), no segundo post sobre Amsterdam eu dei dicas sobre os demais lugares para conhecer, como o monumento I AMSTERDAM e os Coffee-Shops. (Você pode ler outra vez aqui).

Hoje vou falar sobre um lugar ali do lado de Amsterdam… na verdade, vou falar sobre a antiga “vila” onde até hoje estão alguns dos moinhos de ventos, que são tão famosos no país… um dos cartões postais da Holanda. Hoje vou falar de Zaanse Schans.

Mas, antes de falar sobre o Zaanse Schans, preciso comentar sobre três lugares de Amsterdam, que ainda não conhecia, tinha muita vontade, e consegui visitar na minha última vez na cidade.

Enfim, na minha última visita a Amsterdam, além de voltar a lugares que já havia ido antes, como a Casa de Anne Frank, a Praça Dam e passear pelos canais, fui no Museu da Cerveja Heineken, o Heineken Experience; no Museu do Sexo e no Bar de Gelo. Os três são muito legais e vale a visita!!

O Heineken Experience é um museu interativo que conta a história da famosa cerveja e explica como a bebida é feita. Tem também a sala com dispositivos para você tirar fotos ou fazer vídeos divertidos, a sessão com as melhores publicidades da cerveja e a degustação da bebida. Eu achei divertido!! Acho que vale a pena.

Já o Museu o Sexo traz firmes e revistas pornôs muito antigas, objetos de fetiche, fotos…tudo sobre sexo! É legal, mas, acredito que por ser sobre um assunto que interessa todo mundo, e por ser muitoooo barato (4 euros), é um lugar que sempre que passei na frente tinha muitaaaa fila. Por isso, que sempre que fui para Amsterdam, “deixava para depois” a visita a esse museu. Mas, dessa vez encarei a fila. Entrei.

Achei interessante, mesmo sendo muito lotado… tanto que, em algumas salas, não é possível ver os acervos direito, por causa da quantidade de pessoas. Mesmo assim, achei legal. Acho só que, talvez, ele deveria ser mais preparado para receber tantos turistas, e não estar sempre essa super lotação… mas, se você tiver paciência, ou muita vontade de ir, vale o passeio.

Sobre o Bar de Gelo, achei bemmm legal e diferente o passeio. E bem frio né?! Haha. Para entrar no bar você tem que comprar o ticket que dá direito a 3 drinks (cerveja, coquetel ou suco) e ao casaco e luvas para ajudar a aguentar as baixas temperaturas. Como a visita ao bar de gelo acontece com horário – ou seja, não é só chegar lá e entrar, você precisa agendar uma hora para visitar a atração -, você tem que chegar um tempo antes do horário marcado. E enquanto espera para entrar no bar de gelo, na recepção tem um outro bar bem legalzinho onde você já pode começar a beber os drinks que o ticket dá direito.

Quando dá a hora marcada, tem toda uma apresentação e a entrega dos casacos, então você pode entrar no bar, onde a temperatura é -10 graus e tudo é feito de gelo… cadeira, mesa, copo! É bem legal. Vale a pena.

Agora, continuando sobre Zaanse Schans.

A pequena “vila” fica a 20 minutos de Amsterdam, se você for de trem, ou a 45 minutos se você for de ônibus. De trem, quando chega na estação de Koog-Zaandijk, você precisa andar cerca de 20 minutos para chegar onde estão os moinhos. Já de ônibus (que é o 391 da Conexxion), você para direito na vila de Zaanse Schans.

Ahhh, tanto de trem, como de ônibus, você vai sair da Centraal Station.

Zaanse Schans é muito bonitinha. Para visita-la você pode reservar um dia, ou pelo menos, um pouco mais da metade de um dia, para conhecer tudo que o lugar oferece.

Lá estão 13 moinhos de ventos que formam uma imagem que representa tudo aquilo o que você imagina da Holanda. É muito bonito.

Você pode ver os moinhos e tirar muitas fotos deles somente por fora, ou você pode também entrar e conhecer muito deles por dentro… pois alguns estão abertos à visitação.

E, além dos moinhos, lá você encontra uma fábrica de queijo holandês, que são uma delícia. Você pode assistir uma demonstração de como os queijos são feitos e ainda degusta-los. Eu amoooo esses queijos!! Tem ainda uma fábrica de chocolate que são muito gostosos também, e uma fábrica, museu e loja dos famosos tamancos holandeses… que é muito legal.

Nessa fábrica de tamancos, além de você conhecer a história sobre esse calçado, você ainda assiste como ele é feito, e um tiozinho muito querido explica tudo certinho sobre os procedimentos e etapas da fabricação do sapato, e também, na lojinha deles, você pode comprar um tamanco (que confesso, não achei muito confortável), ou outros souvenires, como um chaveiro em forma de tamanco holandês, rs.

E na entrada da “vila” tem um museu bem grande sobre a história de Zaanse Schans. Eu não entrei, mas acredito que deve ser interessante.

Uma outra coisa legal de fazer por lá, é o passeio de barco que segue margeando os moinhos. Eu não fiz por que fiquei sabendo sobre ele só depois, mas acho que deve ser bem divertido.

E, se você tiver sorte de ir na primavera para Zaanse Schans, para completar a paisagem cheia de moinhos e fazer uma fotografia ainda mais bonita, a vila estará toda florida. Deve ficar incrível. Eu fui no inverno e já me apaixonei pelo lugar, fico imaginando como é aquilo na estação das flores!

É legal falar um pouco sobre a história de Zaanse Schans também. Em 1970 foram juntadas em um só lugar várias casinhas e moinhos de vento para relembrar e representar em uma espécie de museu a céu aberto como era a Holanda de antigamente. Ou seja, Zaanse Schans, não é uma parte conservada da história dos moinhos….é uma representação do passado, que deu tão certo, que até hoje recebe muitos visitantes e encanta todos que vão lá.

Eu realmente amei conhecer Zaanse Schans e, com certeza, voltarei.

Bom, essas são minhas novidades e comentários sobre os lugares novos que visitei nas duas últimas vezes que fui para Amsterdam. Eu gosto muito da cidade, e sempre que viajo para lá tem passeios diferentes, ou algo que ainda não conheço, para fazer… Sempre vale a pena voltar a Amsterdam e, agora, completo essa frase, falando que também sempre é muito bom visitar Zaanse Schans.

Até a próxima…

Texto by Flávia Pigozzi.

Fotos by Paulo Henrique Pigozzi e Flávia Pigozzi.

Acompanhe outras dicas e informações em nosso canal no facebook. Curta #viveajantes. Veja nossa galeria de fotos no Flickr, inscreva-se em nosso novo canal de vídeos no Youtube. Entre em contato, mande suas críticas, sugestões, contribuições via e-mail: viveajantes@bol.com.br  . E não perca nossas postagens. Novo conteúdo todas as semanas.

Veja nossa galeria:

O que você achou dessa postagem?
  • Deu muita vontade de viajar (1)
  • As dicas são fantásticas (0)
  • Incrível (0)
  • Sensacional (0)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *