Viveajantes

A encantadora Algarve com suas praias paradisíacas

O inverno no Brasil está chegando e o verão na Europa vai começar. Essa é uma das épocas que os brasileiros mais gostam de sair do país. E, uma boa dica de viagem, principalmente para quem gosta de praia, é a região do Algarve, em Portugal. Lá, fica algumas das praias mais bonitas da Europa e, de verdade, vale muito a pena. É mesmo muitooo lindo.

Como eu morei em Portugal no outono e no inverno, quando visitei essa região do país já não era mais alta temporada. Era outono ainda…. e eu corri para viajar antes que o inverno pesado começasse, rsrs. Enfim, as cidades não estavam mais tão cheias, mas, sem dúvida, estavam igualmente maravilhosas… deu para aproveitar e ficar com muito gostinho de quero mais.

X

65015_522710341087587_2100402280_n

Ficamos 5 dias na região e conhecemos 5 cidades. Uma em cada dia. As cidades escolhidas foram Lagos, Sagres, Albufeira, Faro e Tavira… mas, sei que tem muito mais cidade, igualmente maravilhosas, para visitar no Algarve.

O tempo não estava totaaaal de praia, mas deu para aproveitar cada uma delas. Porém, acredito que, se for no verãozão – e se você também for ficar 5 dias no Algarve -, é melhor escolher somente as que te interessam mais e curtir melhor cada parada.

x2

Começamos a viagem por Lagos. A minha cidade preferida do Algarve (pelo menos, das quais eu conheci). O dia estava lindo!!! Passeamos pelo centro da cidade e aproveitamos o máximo as praias e o dia de sol e calor que fez.

Caminhamos pelas principais praias da cidade e paramos em alguma delas para aproveitar o dia lindo que estava fazendo. Entre as praias mais famosas, as que conhecemos foram a Meia Praia, que tem mais cara de praia brasileira, com uma longa extensão de areia antes de chegar no mar; e as encantadoras e minhas favoritas, Praia do Pinhão e a Praia Dona Ana. As duas são curtinhas e “escondidas”… é preciso descer um “morro” grande para chegar nelas. Mas vale a pena. São lindas.

x3

Diferente da Meia Praia, que é beeeem grande, onde é possível fazer esportes, correr… enfim, tudo como vimos no Brasil, a Praia do Pinhão e a Praia Dona Ana, são mais para relaxar, curtir a paisagem – que é incrível… com as falésias e o mar azulzinho – “desbravar” as grutas, se refrescar no mar e nas piscinas naturais formadas das rochas.

x4

Outro ponto turístico famoso de Lagos e maravilhoso é a Ponta da Piedade. Um verdadeiro monumento natural, formado por rochas enormes e dos mais diferentes formatos.

x6

É possível chegar na Ponta da Piedade de duas formas: por terra, que é de graça… caminhando a partir do Farol da Ponta da Piedade, descendo as escadarias feitas nas próprias rochas da encosta. E, a segunda opção é por mar. Na marina de Lagos sai excursões que leva até a Ponta de Piedade em pequenos barcos. Na época que eu fui, como era final de outono, o valor cobrado era 10 euros por pessoa… mas, em alta temporada, com certeza, é mais caro.

X5 X7

Tenho que falar que acredito que deve valer muitooooo a pena fazer esse passeio de barco. Na época eu não consegui fazer, pois, só lá descobrimos que esse tour é realizado até um certo horário. Como era outono e escurece mais cedo, não nos tocamos disso e perdemos a oportunidade. Mas, além de eu querer voltar para Lagos simplesmente por que a cidade é incrível, eu tenho muita vontade de fazer esse passeio de barco…. a visão do meio do mar deve ser de tirar o fôlego e deve valer cada euro cobrado.

Ahhh… vale falar que além da Ponta da Piedade, nesse passeio, o turista passa por outras praias e falésias. Enfim…. deve ser incrível.

X8

Tenho que lembrar também que para quem gosta de mergulho, Lagos é um lugar maravilhoso para essa prática.

Como o nosso foco era as praias e curtir o sol a beira mar, somente passeamos pelo centro da Lagos, mas, não focamos em turistar por lá. Porém, para quem tem interesse, na cidade tem as igrejas de Santo Antônio e São Sebastião; as Muralhas, que foram construídas por cartagineses ou romanos e oferecem belas vistas panorâmicas sobre as colinas e a baía de Lagos; o Castelo dos Governadores, dos séculos XIV a XVI; e o Mercado de Escravos, onde escravos trazidos de África em 1444 eram vendidos.

X9

X10

Ahhh, tenho que falar de um lugar que amei do centro de Lagos, a Praça do Infante. Ela é bem bonita, mas o que mais gostei é que por lá tem tipo um laguinho e no muro que o rodeia, está escrito bem grande “”Valeu a pena? tudo vale a pena se alma não é pequena”… poema do português Fernando Pessoa. Acho que a frase combina com a cidade… que tem paisagens que são verdadeiras obras da natureza, mostrando que “tudo vale a pena”, rsrs. (profunda, rsrs)

X11

No dia seguinte, fomos para Sagres. O clima estava um pouco pior, mas ainda deu para aproveitar! Mas, não fomos as praias mais bonitas e conhecidas – que são mais afastadas. Passeamos mais pela região central e histórica da cidade e pela praia que fica no centro de Sagres.

x Sagres 3 x Sagres 5

O que eu mais gostei de Sagres é que lá fica a pontinha de toda a Europa continental, que dizem estar localizada dentro da Fortaleza de Sagres.

x13

A Fortaleza é datada do século XV e foi considerada Monumento Nacional. Nada mais é que, como o próprio nome fala, uma fortaleza, que protegia a cidade antigamente e hoje oferece ao visitante uma bela vista para o mar.

x Sagres 2

x12

Dentro da Fortaleza fica a Rosa dos Ventos, um círculo com 43 metros de diâmetro e 32 raios feitos com pedras. A Rosa dos Ventos foi descoberta em 1921 e, embora seja chamada de rodas dos ventos, alguns estudiosos acreditam que ela era um relógio solar. Sua descoberta é atribuída ao Infante D. Henrique.

x14

x Sagres 1

Sagres é conhecida por ter a paisagem selvagem e acidentada e também por ser querida entre os surfistas, mergulhadores e os praticantes de esportes radicais, como o parapente.

A praia preferida dos surfistas na cidade é a Tonel, que, por suas ondas grandonas, transformou Sagres na capital do surf no Algarve. Já para quem gosta de mergulho, as mais indicadas são as praias Mareta ou Martinhal. Ambas são mais escondidas e de “difícil” acesso. A primeira encanta pelas grutas submersas das falésias e a segunda chama atenção pelas pequenas ilhas no meio do mar. As duas praias também são ótimas para curtir a paisagem e relaxar. Mas, tenho que falar…. nenhuma delas é tão bonita como as de Lagos.

x15

Outras “excursões” bacanas saem do porto na Ponta de Baleeira, onde tem barcos que oferecem atividade de pesca, passeio para ver os golfinhos e tour pela costa da cidade.

E, na cidade ainda é possível visitar a Igreja de Nossa Senhora das Graças e as Ruínas Romanas. Ali perto fica também o Farol do Cabo de São Vicente, original de 1846 e modernizado ao longo do tempo. Hoje em dia é considerado um dos faróis mais potentes da Europa.

Sagres 4

Ahhh, é importante lembrar ainda que Sagres foi o ponto de partidas de muitos exploradores no século XV para o desconhecido.

Vale falar que Lagos e Sagres são beeemm pertinho. Então ficamos duas noites hospedados em Lagos mesmo… mas passamos um dia em Lagos e no outro, pegamos um ônibus para Sagres.

De Sagres fomos para Albufeira. Lá o tempo estava mais chato também… mas deu para ver como a cidade é gracinha e as praias muito bonitas!!! Masssss… sobre Albufeira, Faro e Tavira vou contar no próximo post. Por isso, não perca o final dessa viagem, rsrs.

E você, já conheceu as praias da região do Algarve? Tem alguma dica ou roteiro imperdível? Compartilhe com a gente.

Texto e fotos by Flávia Pigozzi.

Acompanhe outras dicas e informações em nosso canal no facebook. Curta #viveajantes. Veja nossa galeria de fotos no Flickr, inscreva-se em nosso novo canal de vídeos no Youtube. Entre em contato, mande suas críticas, sugestões, contribuições via e-mail: viveajantes@bol.com.br  . E não perca nossas postagens. Novo conteúdo todas as semanas.

Veja nossa galeria:

 

O que você achou dessa postagem?
  • Deu muita vontade de viajar (1)
  • As dicas são fantásticas (0)
  • Incrível (0)
  • Sensacional (0)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *