Em dezembro fiz uma viagem pela Itália com minha família e foi muito legal! Fomos para Roma, Florença, Pisa, Siena e sua região. Já falei aqui sobre Florença, que é minha cidade italiana favorita e hoje vou contar como foi conhecer outros pontos da bela Toscana. (Ah… claro, nas próximas postagens vou escrever sobre todas essas outras cidades que conheci nessa viagem).

Chegando em Florença optamos por sair um pouco do roteiro que estava pré-estabelecido e decidimos fazer um passeio que o hotel oferecia. Passamos um dia conhecendo outras cidades da região de Florença… foi maravilhoso. Passeamos por San Gimignano, Siena, Monteriggioni e fizemos uma degustação de vinho em uma vinícola na região de Chianti.

XX1

Mesmo sendo um passeio de excursão… com guias falando o que você tem que fazer e horários para tudo (vocês sabem que não gosto disso), eu achei que valeu muitooo a pena. Nesse tipo de passeio, tenho a impressão que tudo é meio corrido e o tempo nunca é suficiente para fazer tudo que quero… sempre acabo ficando com vontade de voltar e fazer tudo do meu jeito, rsrs. Dessa vez, só senti isso na primeira cidade que paramos, San Gimignano. Nos outros lugares, o tempo foi bem “planejado” – não suficiente, claro… mas, quase. Foi bem aproveitado, rsrs.

Bom… vamos aos passeios, rsrs.

Começamos o dia em San Gimignano. Saímos de Florença e fomos para essa pequena cidade medieval que fica no alto de um morro de onde é possível admirar as típicas paisagens da região da Toscana.

XX2

San Gimignano, que fica, mais ou menos, a uma hora de Florença e Siena, é bem pequena – com cerca de 7 mil habitantes -, e foi considerada pela UNESCO Patrimônio da Humanidade.  A cidade é cercada por uma muralha medieval e é conhecida como Cidade das Belas Torres, pois antigamente tinha 72 torres. Hoje em dia, restaram somente 13 delas, que ficaram para lembrar a história da cidade e manter a magia e o encanto do lugar.

Na cidade, andamos e aproveitamos um pouco sua principal rua, a Via San Giovani (onde ficam as lojas de suvenir e também os cafés e restaurantes); nos “perdemos e nos encontramos” nas vielas estreitas da cidade e nas suas praças… até chegarmos a um dos muitos mirantes que tem por lá… contemplamos por um tempão a bela vista que ele oferece… com aquelas montanhas verdinhas da Toscana. Lindo!!! Andamos mais um tempo pela cidade e já deu o horário de voltar para encontrar o pessoal da excursão e continuar os passeios.

XX3

XX4

XX5

O tempo que ficamos em San Gimignano realmente não foi suficiente e eu preciso muito voltar para lá, rsrs. Na cidade ainda é possível, por exemplo, subir em uma das torres que restaram, a Torre Grossa, que é a mais alta; conhecer a Piazza Duomo e sua igreja, e visitar alguns de seus museus, como o Arqueológico ou o da Tortura. O primeiro expõe peça sobre a ocupação etrusca. E, o segundo traz instrumentos de tortura usados na Idade Média. Enfim… sem falar que somente andar pela cidade, conversar com os moradores, se perder em suas ruas e sentir o astral do lugar já é sensacional. Eu super indico esse passeio.

XX6

PS: Quem quiser conhecer um pouco melhor sobre esse lugar que amei…segue o site oficial da cidade: http://www.sangimignano.com/

Continuamos a viagem e fomos para o território de Chianti, onde é feito o Chianti Clássico. Conhecemos uma verdadeira vinícola da Toscana. Foi muito legal. Para mim, foi a melhor parte do passeio.

xx7 xx8

Lá, fizemos degustação dos vinhos; provamos produtos tradicionais da região, como salames, queijos e azeites; almoçamos e ainda tivemos uma “mini aula” de como manusear uma taça, “cheirar” o vinho e tentar perceber com quais frutas e ingrediente ele foi feito e, claro, como saborear de verdade um vinho.  Foi mesmo muito gostoso.

1 - Toscana 1

Depois seguimos para Siena. Uma cidade medieval muito gracinha… cheia de ruas tortuosas, que também faz os turistas se “perderem e se acharem” por elas… compondo o charme do lugar.

xx10 xx11

O tempo para conhecer Siena foi legal. Não foi muito corrido e conseguimos visitar os principais pontos da cidade.  Andamos pelas suas ruazinhas estreitas, contemplamos – dos pontos altos de Siena – as belas vistas da região, e conhecemos as mais importantes paradas turísticas da cidade, como a Piazza del Campo e a Duomo.

Na Piazza del Campo está a Fonte Gaia, uma fonte bem bonitinha; o Palazzo Publico, que é a prefeitura da cidade; e a Torre del Mangia, que, com mais de 100 metros de altura, é possível subir para completar a vista da região (mas, é preciso pagar para subir).

xx12 (1)

2 - Toscana 2

A Piazza del Campo é importante para cidade também por outra razão. É lá que acontece o principal evento de Siena, o II Palio. Essa festa, que acontece há séculos, consegue fazer a cidade e a região parar.

O II Palio nada mais é que uma corrida de cavalo que acontece na Piazza, onde os competidores montam, sem proteção, em seus animais. Dizem que é muito divertido e praticamente impossível conseguir, se não for com muita antecedência, hospedagem na cidade ou comprar ingresso – que é bem caro. Pode chegar a 600 euros.

A festa acontece nos dias 2 de julho e 16 de agosto. Para quem gosta de corridas ou cavalos e quiser assistir esse evento é bom já ir tentando comprar um convite e reservar um hotel, rsrs.

XX13 XX14

Sobre a Duomo de Siena eu posso falar que ela é realmente lindaaaa. Por fora faz lembrar a Duomo de Florença, pois é toda revestida de mármore… coberta de listras pretas e brancas. Mas, por dentro, acho que é ainda mais bonita. Essa igreja, hoje em dia, acho que é uma das mais bonitas que já visitei e uma das minhas favoritas. Vale a visita.

3 - Toscana 3

De Siena seguimos para uma visita rápida a fortaleza e vilarejo de Monteriggioni. O lugar é uma graça e muito pequeno mesmo. É possível atravessar a antiga cidade medieval em menos de 10 minutos… andando.

As muralhas da cidade ainda estão super bem preservadas e é possível percorre-las durante o dia. Acredito que deve ser bem legal fazer esse passeio, pois, além da linda vista da região que ela oferece, quem faz essa caminhada, ainda pode contemplar do alto a visão de uma antiga cidade medieval bem conservada. (eu não consegui fazer esse passeio, pois cheguei na cidade a noite e já não era mais possível… que pena).

Além de rodear a cidade por cima de suas muralhas, não há muito o que se fazer em Monteriggioni. Na cidade ainda é possível visitar a Piazza Roma e sua igreja, as casas, as lojas de souvenir, cafés e restaurantes.

4 - Toscana 4

5 - Toscana 5

Não sugiro fazer esse passeio a noite – como eu fiz. Apesar da cidade ser um charme e cheia de história, acredito que seja muito mais legal visita-la durante o dia e aproveitar para subir nas muralhas. Mas, mesmo assim, foi bem interessante conhece-la.

Ahhh… vale falar que Monteriggioni foi construída no início do século XIII e se tornou um posto militar para defender as fronteiras de Siena na guerra, que durou mais de 400 anos, contra as invasões de Florença.

É legal falar ainda que em julho acontece uma famosa festa na cidade, a Festa Medieval de Monteriggioni. Acredito que deve ser muito legal. Algumas cidades medievais costumam fazer esse tipo de festival… permitindo ao visitante voltar à magia do passado. Eu tenho muita vontade de ir a uma festa assim.

Nesses sites é possível saber mais informações sobre a cidade e a Festa Medieval de Monteriggioni: http://www.monteriggioniturismo.it/   e http://www.monteriggionimedievale.it/.

xx15

Bom… Eu ameiiiii esse passeio e achei que valeu muito a pena. Não foi assim tão barato. Pagamos 55 euros por pessoa. No tour estava incluso o transporte para todos esses lugares que visitamos, a degustação dos vinhos e o almoço na vinícola – que foi maravilhoso -, e um guia (ou em espanhol ou em inglês) em Siena.

Ahh… para entrar nas atrações que são pagas de cada cidade que conhecemos (como os museus e a Torre Grossa de San Gimignano ou a Torre del Mangia de Siena), é preciso gastar mais um pouquinho para comprar os tickets, rsrs. Mas, essas entradas não são obrigatórias. Pagou somente quem teve interesse em fazer essas visitas.

Enfim… mesmo que você não tenha vontade que fazer um tour em tantas cidades assim de uma só vez… ou achou um pouco caro, eu sugiro que escolha, pelo menos, um desses locais para fazer um passeio. Vale mesmo muito a pena. A região da Toscana é linda.

Texto e fotos by Flávia Pigozzi.

Acompanhe outras dicas e informações em nosso canal no facebook. Curta #viveajantes. Veja nossa galeria de fotos no Flickr, inscreva-se em nosso novo canal de vídeos no Youtube. Entre em contato, mande suas críticas, sugestões, contribuições via e-mail: viveajantes@bol.com.br  . E não perca nossas postagens. Novo conteúdo todas as semanas.

Veja nossa galeria:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *