“Os paulistas sabem viver; o res­to do Brasil vive… sem saber.”
Roquette Pinto

Olá companheiros Viveajantes… hoje os convido para uma viagem diferente… curtir em um dia algumas das várias atrações que nossa cidade tem a oferecer. Então, vamos aproveitar o sabadão de sol e sair cedinho de casa… não tem contra-indicação… além de fazer bem à saúde, garanto que nosso tour não vai arder no bolso… todos prontos?? então vamos nessa!!!

Começaremos o nosso roteiro por um local muito famoso de São Paulo, o Instituto Butantan… isso mesmo, um lugar que a maioria dos paulistanos conhece mas nunca visitou… por incrível que pareça, essa também foi minha primeira vez nesse famoso ponto turístico da nossa cidade… e a impressão foi a melhor possível…

O Instituto Butantan está localizado num parque com mais de 800 mil m², portanto, um lugar muito agradável para a prática de atividade física ou simplesmente para passear e apreciar todo esse verde, o que já é um atrativo em se tratando da predominância do cinza do concreto paulistano. Mais detalhes e informações legais você pode conseguir no site.

DSC00483

Edifício Vital Brazil

O Instituto Butantan está localizado na Av. Vital Brasil, 1.500, no bairro do Butantã e bem próximo (cerca de 1,5 km ou 20 minutos de caminhada) da Estação Butantã – linha amarela do Metrô e aproximadamente 2,0 km da Marginal Pinheiros, ou seja, é um local bem fácil de se chegar, tanto de veículo próprio como de transporte público.

But

Instituto Butantan – Mapa com localização e informações relevantes

Para que esse roteiro seja realizado com calma e sem atropelos, sugiro para aqueles que quiserem aproveitá-lo na íntegra, que saiam cedo de casa, principalmente se o dia estiver ensolarado… garanto que irão aproveitar cada segundo… ahh, uma informação importante, o parque funciona de segunda a domingo das 7h às 17h e a entrada é gratuita.

No parque do Instituto funcionam três museus: Museu Histórico, Museu Biológico e Museu de Microbiologia (destes só não visitamos o Histórico) e cujo ingresso (adultos: R$6,00 e crianças acima de 07 anos: R$ 2,50) é único e permite a entrada em todos os museus.

DSC00343

Totem informativo

DSC00344

Bilheteria – em meio às árvores da praça central

O parque é um local muito agradável e bem sinalizado… diversas placas de orientação/localização das atrações e de diversos serviços estão espalhadas por vários pontos, para que o visitante se mantenha informado e faça bom uso de seu tempo.

DSC00346

Placas indicativas de localização das atrações

DSC00439

Exposição de murais com informações históricas

Mas, sem dúvida, a maior vedete do Instituto é o Museu Biológico e, claro, o seu acervo de “moradores”, composto por escorpiões, serpentes, aranhas e iguanas e outros animais peçonhentos.

DSC00435

Fachada do prédio histórico do Museu Biológico

DSC00436

Entrada para a exposição do Museu Biológico

As instalações do Museu Biológico são excelentes, fazendo com que a exposição de espécimes ganhe um brilho ainda maior. É um local fantástico para observar e aprender… ideal para todos os públicos, portanto levem suas crianças… elas vão se deliciar nesse ambiente de atmosfera única.

DSC00351

Exposição – Entrada

DSC00404

Exposição – Corredor

DSC00407

Exposição – Espécime

DSC00406

Painel informativo sobre o espécime

“Primeiro museu do Instituto Butantan, localizado na antiga cocheira de imunização, construída em 1920, é reconhecido internacionalmente por ser um dos únicos museus do mundo a apresentar uma exposição viva e permanente. A coleção original teve início nos primórdios do século XX, com Vital Brazil, fundador do Instituto, que mais tarde utilizou-a para difundir a ciência à comunidade externa. Hoje, o acervo é composto por serpentes, iguanas, aranhas e escorpiões, nativos e exóticos”.

DSC00417

Espécime Píton

DSC00376

Espécime Dragão D’água

Após essa “viagem” que é a visita ao Museu Biológico, outra parada obrigatória é o Museu de de Microbiologia, o qual está instalado num prédio bem bacana, com arquitetura estilo futurística… só pela fachada podemos ter uma ideia do que nos espera…

DSC00443

Fachada do Museu de Microbiologia

DSC00445

Exposição – Museu de Microbiologia

Sua exposição é bem intrigante e curiosa… uma verdadeira viagem ao mundo dos microorganismos… suas atividades interativas, com filmes, animações, microscópios nos fazem conhecer um pouco mais desse mundo povoado por bactérias, vírus e protozoários. Também podemos compartilhar a história dos grandes cientistas e suas descobertas no campo da microbiologia e que nos levaram à cura de várias doenças…é um passeio, no mínimo, bem interessante e, com certeza, vale a visita.

DSC00471

Exposição – Museu de Microbiologia

DSC00452

Exposição – “Praça dos Cientistas”

Assim encerramos a primeira parte desse nosso roteiro, e para que a manhã seja completa e o cronograma mantido o ideal é fazer uma refeição nas imediações (atrás do Museu Biológico tem uma lanchonete que serve salgados e pratos rápidos) e rumar para a segunda parte do nosso passeio, o Museu da Imigração, no bairro do Brás.

O modo mais fácil e rápido de chegar até o Museu da Imigração é o Metrô; da estação Butantã até a Estação Bresser – Mooca (desembarque) você levará em torno de 40 minutos, portanto, dá para almoçar com certa tranquilidade e sair do Butantã por volta das 12:15hs… desse modo o horário previsto de chegada no seu destino (Rua Visconde de Parnaíba, 1316) será em torno das 13:00hs, visto que o Trem dos Imigrantes tem uma partida próximo das 15:00hs ainda lhe sobrariam duas horas para apreciar, clicar e filmar todas as atrações do Museu da Imigração…é um tempo bem legal para se deliciar com tudo que ele tem a oferecer.

Imi

Mapa com localização e itinerário até o Museu da Imigração – Rua Visconde de Parnaíba, 1316

“Inaugurada em 1887, a Hospedaria de Imigrantes se tornou o principal local de abrigo dos estrangeiros recém-chegados. Nesse sentido, o antigo prédio da Hospedaria – hoje sede do Museu da Imigração – foi cenário de expectativas, conquistas e angústias de mais de 2,5 milhões de pessoas que formaram um intenso entrelaçamento étnico entre 1887 e 1978.”

DSC00492

Entrada do Museu – Rua Visconde de Parnaíba, 1316

DSC00502

Placa de homenagem

Toda estrutura do Museu é fantástica… é uma delícia passear e contemplar o imenso jardim que você se depara ao transpor a portaria, é simplesmente lindo. Além do belo jardim, que conta também com espaços e diversos bancos à sombra, logo na entrada fica a cafeteria, onde, além do café, você poderá apreciar bons salgados e bebidas geladas… e se você quiser levar alguma lembrança (fora as fotos, claro) do museu, este também conta com uma loja de souvernirs relacionados ao tema imigração (mais detalhes e informações acessem aqui e/ou aqui).

DSC00500

Fachada do Prédio do Museu – antiga Hospedaria dos Imigrantes

DSC00495

Vista do imenso jardim e fachada do Museu

Curtir esse convidativo jardim num dia de sol é tudo de bom, contudo, a atração principal encontra-se dentro do prédio… então vamos à exposição… ahh, uma informação importante: O Museu da Imigração funciona de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos das 10h às 17h e os ingresso custam R$ 6,00 e R$ 3,00 (meia-entrada)… e olha que legal, aos sábados a entrada é gratuita… quer coisa melhor??

DSC00507

Espaço Expositivo – obra “É isto um homem?”, de Nuno Ramos

DSC00509

Espaço Expositivo – piso superior

DSC00511

Espaço Expositivo – piso superior

DSC00547

Espaço Expositivo – beliches originais da época da hospedaria

O espaço da exposição permanente, no piso superior, é simplesmente fantástico… fora as peças de valor histórico, a exposição conta com obras e vídeos onde o visitante praticamente interage com o espaço expositivo.

A exposição “Migrar: experiências, memórias e identidades” tem como objetivo apresentar aos visitantes os trabalhos de preservação e pesquisa realizados pelo Museu da Imigração a respeito de seu tema central.

Em oito módulos, aborda o processo migratório como um fenômeno permanente na história da humanidade, perpassando contextos mais específicos, como a grande imigração ocorrida nos séculos XIX e XX, as políticas voltadas ao tema, o cotidiano da Hospedaria de Imigrantes do Brás e as contribuições desse processo para a formação do estado e da cidade de São Paulo.

DSC00541

Espaço Expositivo – parede em que se encontram gravados mais de 14 mil sobrenomes de imigrantes

DSC00553

Espaço Expositivo – Acervo histórico

DSC00567

Espaço Expositivo – Maquete detalhada de toda a área do museu

Visitar o Museu da Imigração é uma experiência ímpar… tudo vale ser visto, ouvido, lido, apreciado, contudo, temos que respeitar o limite de duas horas… pois o Trem do Imigrante parte pontualmente às 15 horas… mas, se ficou aquele gostinho de “quero mais”, como já sabemos o caminho, não faltará oportunidades para revisitá-lo… e com certeza, sempre será muito prazeroso.

DSC00582

Muro em frente ao Museu – pinturas com motivos históricos

DSC00585

Acesso à bilheteria do Trem do Imigrante – em frente ao Museu

E para finalizar o nosso dia nada melhor que voltar literalmente no tempo… um passeio a bordo do carro da década de 1950 puxado por uma locomotiva construída nos Estados Unidos em 1922. E então… vamos embarcar nesse verdadeiro túnel do tempo??? Então vamos lá pois já estou ouvindo o apito…

DSC00594

Bilheteria preservada dos tempos da São Paulo Railway Company

DSC00596

Locomotiva nº 5 – incorporada à Central do Brasil em 1930

DSC00601

Interior restaurado do vagão de passageiros de 1950

O Trem Cultural dos Imigrantes (Brás – Mooca) funciona aos sábados e domingos das 11 até às 16:30 horas. As saídas são de hora em hora conforme a demanda de visitantes e o passeio dura aproximadamente 25 minutos, indo e voltando entre as proximidades das estações Mooca e Brás da ferrovia e o ingresso é de R$ 15,00 por pessoa (para mais detalhes acesse aqui.

DSC00599

Vista lateral da locomotiva nº 5

DSC00600

Vista lateral do vagão de passageiros

E para aumentar toda essa atmosfera de nostalgia, o monitor se apresenta vestido a caráter, o que torna esse passeio ainda mais interessante e imperdível. Durante o percurso somos informados de fatos históricos relacionados à ferrovia, ao trem e sobre o processo de recuperação e restauro das locomotivas e dos vagões.

Não tem como não apaixonar… com certeza é uma das maiores atrações turísticas de São Paulo… é pura história, a qual está relacionada com o crescimento/desenvolvimento da nossa cidade… IMPERDÍVEL!!

Bem pessoal, parece que o nosso sábado de aventuras está chegando ao fim… mas espero que esse seja apenas um “pontapé” inicial para fazer dos finais de semana algo bem mais agradável a um custo muito baixo, portanto, falta de dinheiro não é mais justificativa para sair de casa… então fique ligado no próximo post, pois traremos novas dicas e sugestões de passeios por São Paulo que, além de muito legais, não doerão no bolso…

Até breve….. um grande abraço a todos…

Links Interessantes:

http://www.butantan.gov.br/Paginas/default.aspx

http://museudaimigracao.org.br/

http://www.cidadedesaopaulo.com/sp/br/museus/4426-museu-da-imigracao-do-estado-de-sao-paulo

http://www.abpfsp.com.br/

https://www.google.com.br/maps

Texto e fotos by Julio Araujo.

Acompanhe outras dicas e informações em nosso canal no facebook. Curta #viveajantes. Veja nossa galeria de fotos no Flickr, inscreva-se em nosso novo canal de vídeos no Youtube. Entre em contato, mande suas críticas, sugestões, contribuições via e-mail: viveajantes@bol.com.br  . E não perca nossas postagens. Novo conteúdo todas as semanas.

Veja nossa galeria:

O que você achou dessa postagem?
  • As dicas são fantásticas (1)
  • Sensacional (0)
  • Deu muita vontade de viajar (0)
  • Incrível (0)
 

3 Comentários

  1. Avatar

    Muito boa as dicas, com certeza vai facilitar bastante o nosso passeio no final de semana. Obrigada.

     
    1. Avatar
      Author

      Olá, Luciana! Muito obrigado. A intenção é mesmo essa. Encontrar roteiros fáceis para quem está “preso” na cidade grande e não quer gastar muito. Continue acompanhando nosso blog, curta nossa página no Facebook e se inscreva em nosso canal no Youtube. Temos muitas dicas e muito material legal pra ser compartilhado. Grande abraço.

       
    2. Avatar

      Obrigado pela visita Luciana…fico feliz que tenha gostado desse nosso tour por Sampa, mas fique ligada e continue nos acompanhando porque nos próximos posts teremos mais dicas de passeios por São Paulo, uma cidade que tem muito a oferecer e poucos a conhecem…Até lá…!!!

       

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *