É muito comum acontecer de os próprios moradores de uma cidade não conhecerem determinados pontos turísticos da cidade onde vivem, circulam e trabalham, e nos últimos tempos tenho percebido que esse é um “mal comum” de quem vive em São Paulo.

Muita gente sabe do Parque do Ibirapuera, do Museu do Ipiranga, da Casa das Rosas, conhecem sua localização, passam na frente de muitos deles quase todos os dias, mas de verdade, quase não conhecem realmente nada disso.

E isso é o que acontece também com o Zoológico de São Paulo. Maior do Brasil e um dos maiores da América Latina, o Zoo de São Paulo foi “redescoberto” nos últimos anos, mas muita gente ainda encara como um passeio desnecessário na cidade, ou não se empolgam com os atrativos do local.

  DSC_0433

DSC_0052

DSC_0462

Eu não vou mentir, adoro São Paulo, e acredito que seu zoológico seja um local de visita obrigatória. Para quem está de passagem, e para quem vive na cidade. Excelente opção para um passeio de dia inteiro, que muda seu look a cada visita. Isso porque nem todos os animais podem ser vistos sempre. Alguns se escondem no calor, outros só aparecem quando o sol fica a pino.

  DSC_0202

DSC_0216

DSC_0144

Pedida certa para um tour com a família, com os amigos e até com a sua alma gêmea. É perfeito para tirar belas fotos, fazer um piquenique, fazer uma boa caminhada, e se divertir com os animais de todos os tipos que existem por lá. Uma sugestão é seguir o sentido horário de atrações dentro do parque, indo para o canto esquerdo, e de lá seguir para o direito. Os animais mais conhecidos (leões, tigres, girafas, macacos, hipopótamos, leões e zebras) ficam na parte direita do parque e costuma lotar nas primeiras horas do dia. Os felinos mais ativos, os ursos e os anfíbios ficam no canto esquerdo e, mesmo alguns deles sendo menos conhecidos, fica-se muito mais perto das jaulas e é possível ver muito mais.

 DSC_0254

Você tem bebedouros em todos os cantos do parque, por isso água nunca será problema. Leve uma garrafinha, ou um squeeze. Quanto à comida e aos refrigerantes e cervejas, o preço é super hiper mega salgado. A comida não é tão fantástica assim, e em minha opinião, poderiam reduzir bem os preços para tornar a alimentação bem mais atrativa. Mesmo assim, se decidir encarar a refeição, prepare-se para filas gigantes, e brigas feias para conseguir uma mesa.

  DSC_0104

DSC_0072

DSC_0322

Uma sugestão muito legal é tomar um café da manhã bem reforçado, rodar o dia todo no parque, e na saída, dar uma esticada até a Mansão da Pizza, que fica na Avenida Ricardo Jafet número 1000, no Ipiranga, e tem um rodízio de pizzas bem bacana e por um preço bem amistoso. O atendimento é ótimo e depois de caminhar o dia todo no zoo, você vai se acabar nas pizzas.

O zoo oferece ainda, uma vez por mês, um passeio noturno, onde é possível conhecer um pouco dos bastidores do parque, além de chegar pertinho de animais que costumam se esconder durante o dia. Aqui cabe uma ressalva. A fila para esse passeio costuma ser bem grande, e o preço é um pouco maior, mas vale cada centavo. Caminhar durante algumas horas da noite vendo tigres, leões, o leopardo, e alguns outros animais mais tímidos é simplesmente fantástico. Sem contar que o zoo à luz da lua é um dos lugares mais fantásticos de São Paulo.

 DSC_0232

DSC_0586

DSC_0563

O ponto negativo acaba sendo o dos visitantes do parque. Como disse, o local foi redescoberto nos últimos anos, e hoje em dia, é difícil não enfrentar uma fila na entrada nos finais de semana ou feriados, mas isso não significa dizer que os visitantes estejam preparados para o zoo. As pessoas costumam jogar muito lixo no chão, e na minha última visita, tive que chamar a atenção de uma família gigantesca que jogava pedras no avestruz. Talvez com uma fiscalização mais próxima a coisa fique melhor, mas só as placas de proibido isso ou proibido aquilo não costumam inibir a falta de modos de alguns visitantes.

  DSC_0605

DSC_0400

DSC_0505

Enfim, São Paulo costuma ter locais fantásticos para visitação, e o seu zoológico é um deles. Destino para apreciar lentamente, com toda a família, com diversão garantida. Só esteja preparado para caminhar bastante.

“Ocupando área de aproximadamente 900 mil m², em sua maior parte coberta por mata atlântica, o Zoológico possui 3,2 mil animais cadastrados, sendo 200 espécies de aves, 100 de mamíferos, 98 de répteis, além dos anfíbios e invertebrados. São encontrados exemplares raros de rinocerontes branco, arara-spix, arara-de-lear e micos-leão.

  DSC_0466

DSC_0420

DSC_0032

Oferece visitas monitoradas ao público, cursos para professores e apresentações didáticas sobre os animais, e preservação do meio ambiente. Uma vez por mês, abre à noite observação de animais de hábitos noturnos, que costumam ficar escondidos durante o dia.” – do Guia São Paulo Ponto a Ponto – da Secretaria de Turismo da Prefeitura de São Paulo.

Zoo de São Paulo

Avenida Miguel Stéfano, 4241

Cursino

(11) 5073-0811

www.zoologico.sp.gov.br

Terça a domingo das 9h as 17h

Abre as segundas feiras somente quando for feriado ou véspera de feriados.

R$ 19,00 adultos ou crianças acima de 12 anos. Crianças de 5 a 12 anos – R$ 7,50 e crianças até 4 anos, entrada gratuita (preços em agosto de 2014)

Para o passeio noturno (custo de R$75,00 em agosto de 2014), faça o agendamento pelo telefone 5073-0811, ramal 2119.

Texto e fotos by Ricardo Seripierro

Acompanhe outras dicas e informações em nosso canal no facebook. Curta #viveajantes. Veja nossa galeria de fotos no Flickr, inscreva-se em nosso novo canal de vídeos noYoutube. Entre em contato, mande suas críticas, sugestões, contribuições via e-mail: viveajantes@bol.com.br  . E não perca nossas postagens. Novo conteúdo todas as semanas.

Veja nossa galeria:

O que você achou dessa postagem?
  • Sensacional (0)
  • Deu muita vontade de viajar (0)
  • Incrível (0)
  • As dicas são fantásticas (0)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *