Zaragoza foi a cidade que escolhi para visitar no meio do caminho entre Madrid e Barcelona. A cidade é muito conhecida pelo turismo religioso, pois é lá que fica a Basílica de Nuestra Señora del Pilar. Mas, além da, realmente, linda igreja e dos outros pontos turísticos da cidade, Zaragoza me mostrou ainda como é a vida e os costumes de uma “menor” – se é que podemos dizer isso – cidade espanhola e os hábitos daqueles espanhóis mais tradicionais. Com “menos” vai e vem de turistas e com mais das famosas siestas espanholas depois do almoço – até mesmo em postos turísticos, rsrsrs – eu consegui visitar tudo que planejei em um dia.

P.S.: Tanto em Toledo, na capital espanhola ou na cidade Catalunha eu senti muito menos – ou quase nenhuma – “dificuldade” com as siestas do que senti em Zaragoza. Em nenhuma das três primeiras cidades eu me lembro de ter que esperar ou retornar ao estabelecimento por conta do famoso sono da tarde, como aconteceu em Zaragoza, rsrs. Mas isso faz parte do jogo e, para mim, uma das coisas mais legais de viajar é conhecer e viver novas culturas e hábitos, rsrs…

4 - 734998_565424620149492_1799367472_n

O primeiro lugar que visitei na cidade foi a Plaza Mayor ou Plaza de las Catedrales. Mas, para chegar até a praça, muito próximo dali, encontramos no meio do caminho – na calçada, a céu aberto, – ruínas da época do império romano. Com isso, pudemos comprovar o que todo mundo fala dá cidade. Zaragoza realmente tem em sua arquitetura uma mistura de moderno e antigo. Essa primeira parada nos deixou muito empolgados pelo que viria no resto do passeio.

1 - 406320_565423956816225_1179515497_n

Chegando na Plaza Mayor, que é uma das maiores de toda a Espanha e onde fica a Basílica do Pilar, ficamos um tempo por ali… contemplando a praça em si, a beleza da igreja, os demais prédios do local – com mais pontos turísticos, lojas de suvenires e cafés -, e toda a movimentação de turistas e nativos. Era época de Natal e na Plaza havia aquelas tradicionais feiras natalinas (que amo, rsrs), e um presépio muito bonito.

8 - DSC04044

5 - DSC04038

Na Plaza, visitamos a Basílica, que é linda e vale o passeio. Além de toda a sua beleza e artes sacras, lá dentro o turista pode curtir as pinturas de Goya.

Ahh… Um dos meus passeios turísticos favoritos – sempre que há a possibilidade – é ver a cidade em que estou visitando de cima. Sempre que há um miradouro ou mirante, torre ou praça que me dê uma bonita vista da cidade procuro subi-la para comtemplar – na maioria das vezes – uma bela visão. E em Zaragoza há o Ascensor del Pilar, que proporciona ao turista uma, realmente, maravilhosa vista… principalmente no lado que a visão é para o Rio Ebro e para suas lindas pontes de ligam um lado ao outro da cidade.

3 - 559926_565427160149238_1392837970_n

Na Plaza Mayor também fica o La Seo, outra igreja conhecida na cidade. A visita à igreja é paga, mas, você conhecê-la sem ter que comprar ingresso caso vá a alguma missa, pois diariamente missas são realizadas por lá. E, ainda na Plaza Mayor, há a La Lonja, um antigo mercado de troca que, atualmente, tem exposições.

Como falei, Zaragoza é uma cidade muito antiga, da época do Império Romano, e por lá ainda podemos encontrar pedaços de edificações dessa época. Perto da Plaza, é possível visitar também o Teatro Romano de Caesaraugusta. (Caesaraugusta era o nome romano da cidade) e, além disso, para quem quer respirar mais e mais história, existe ainda o Museo de las Termas Públicas de Caesaraugusta.

7 - DSC04042

Outro lugar que também adoro visitar quando estou turistando em uma cidade nova, principalmente da Espanha, são os tradicionais mercados… e, os espanhóis são meus favoritos. Não sei por que, mas eu adoro ver as diferentes frutas, carnes e temperos… as comidas, doces e sucos também… que têm em todos os mercados espanhóis, rsrs. E, lá perto da Plaza fica o Mercado Central de Zaragoza. Eu acho que vale o passeio, rsrs.

Depois dessa região da Plaza fomos caminhando até o Palacio de la Aljafería – aqui que tivemos que esperar os funcionários voltarem da siesta, rsrs. O Palácio, que é do século XI, até que está bem conservado. A arquitetura islâmica no seu interior é realmente muito bonita. Vale a visita!

2 - 420305_565429090149045_372899374_n

9 - DSC04060

Um lugar que faz muito sucesso no verão é o Parque Primo Rivera ou Parque Grande. Em dias quentes todo mundo vai para lá fazer piquenique e aproveitar o clima. Acredito que deve ser realmente muito gostoso ficar relaxando por lá. Ahhh… vale lembrar que dentro do parque fica o Jardim Botânico.

Outra região da cidade que é legal conhecer é a parte moderna de Zaragoza… cheia de prédios modernos que foram construídos na época da Expo 2008. A exposição internacional que foi sediada na cidade teve como tema “Água e desenvolvimento sustentável”.

Outra coisa bacana, mas que só descobri tempos atrás, rsrs, é que a Zaragoza é considerada a cidade espanhola que mais tem bares e restaurantes. Então, na hora de fazer qualquer refeição não vai ser difícil achar um lugar para comer… mas, pode ser complicado escolher em qual dos restaurantes irá parar, rsrs.

6 - DSC04040

Mesmo Zaragoza sendo considerada a quinta maior cidade da Espanha e mesmo tendo muitos habitantes – mais de meio milhão – eu me senti no interior. Eu achei que a cidade tem cara de interiorana, sem falar que é muito fácil andar por ela. Pelo menos os principais pontos turísticos de Zaragoza são possíveis conhecer caminhando de um lugar a outro.

Eu super indico o passeio. A cidade é uma graça e é bom para fugir dos roteiros tradicionais. Vele a pena para quem quer conhecer um lugar novo e descansar das grandes muvucas e vai e vem de turistas de toda a parte do mundo que as famosas cidades turísticas sempre carregam com elas.

Até mais… beijos…

Texto e fotos by Flávia Pigozzi

Acompanhe outras dicas e informações em nosso canal no facebook. Curta #viveajantes. Veja nossa galeria de fotos no Flickr, inscreva-se em nosso novo canal de vídeos no Youtube. Entre em contato, mande suas críticas, sugestões, contribuições via e-mail: viveajantes@bol.com.br  . E não perca nossas postagens. Novo conteúdo todas as semanas.

Veja nossa galeria:

 

4 Comentários

  1. Olá Flávia! Adorei suas dicas! Para poder programar minha visita gostaria de saber quantas horas durou seu tour pela cidade, assim posso comprar as passagens nos horários mais adequados. Grata!

     
    1. Author

      Olá Bárbara, tudo bom?!

      Que bom que gostou das dicas. Obrigada.

      Eu fiquei um dia toda na cidade. Nosso passeio começou cerca de 9/10 horas, e terminou quando já estava escuro… hahaha. Eu gosto de visitar as cidades que vou com calma e sem correria, comer e descansar um pouco entre os lugares que visito. Eu diria que seria melhor chegar cedo na cidade, e ir embora, pelo menos umas 21h. Nesse tempo, acredito que você conseguirá visitar bastante lugares, sem correria.

      Espero ter ajudado, mas se tiver alguma outra pergunta, me escreva.

      Obrigada.

      Beijos

      Flávia Pigozzi – Equipe Viveajantes

       
      1. Obrigada mais uma vez! Depois te conto como foi o passeio por lá. Abs!

         
        1. Author

          Oi, Bárbara!!

          Imagina!!! A ideia é ajudar.

          Vou esperar pelas suas notícias e ficar na torcida que seja uma viagem inesquecível.

          Beijos.

          Flávia Pigozzi – Equipe Viveajantes

           

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *